Destaque

Cães São Treinados Para Farejar e Detectar Pessoas com COVID-19 na Argentina.

A Escola de Veterinária de Buenos Aires, na Argentina, está trabalhando em um projeto para treinar cães que podem detectar pessoas com Covid-19. “As mudanças que ocorrem nos compostos orgânicos voláteis que o corpo humano emite ao contrair uma doença são isoladas de amostras de sangue, pele, suor e urina para serem usadas no treinamento de cães detectores”, disseram os profissionais ao AgroFy. 

Eles disseram que hoje os cães podem detectar episódios de hipoglicemia, pulmão, mama, próstata e câncer de cólon, melanoma e tuberculose. “Nesses casos, tecidos malignos ou distúrbios metabólicos liberam substâncias que são frequentemente detectáveis pelo cheiro de canino”, afirmam. 

O processo começou na França e onde eles garantem que os resultados preliminares são encorajadores. “Nosso objetivo é participar do projeto, adaptá-lo às necessidades locais e adicionar evidências científicas sobre a capacidade dos cães em detectar pessoas afetadas pela doença”, explicou Paula Carancci, secretária da FCV Extension. 

As raças mais frequentes para este tipo de treinamento são Pastor Belga Malinois, Labrador Retriever, Pastor Alemão, Sprigel Spagniel, Border Collie . E os tempos de treinamento variam de acordo com o animal, acompanhando seu ritmo de aprendizado para preservar seu bem-estar. O especialista comentou que o programa local está na fase de projeto e planejamento. ” Muito perto do início das práticas com os cães”, disse Carranci. 

Animais já treinados na detecção de outros odores serão utilizados para este projeto . Eles garantem que o trabalho será menos complexo porque resta apenas ao animal memorizar outro cheiro.

Eles já conseguem detectar outras doenças. Por: AGROLINK –Leonardo Gottems
Publicado em 02/07/2020 às 11:11h.

INFORMOU O REPÓRTER : LEONES ALENCAR NOTÍCIAS (73) 9 9972 4624


Facebook Comments Box